Empreiteiras não param de dar calote na Regap Empreiteiras não param de dar calote na Regap

Diversos, Notícias | 26 de abril de 2013

Sindipetro/MG

Mais uma “gata” deu o golpe nos trabalhadores. A empreiteira MA do Compartilhado largou a obra do IERG e não pagou os  contratados. Este é um problema sério que a gerência insiste em não resolver. Ao invés de exigir em contrato condições seguras de trabalho para os terceirizados, a administração da refinaria e do Compartilhado  aceitam os calotes e não fazem nada para punir as empreiteiras. É uma tremenda falta de respeito com os trabalhadores que dependem do dinheiro para sustentar a si e seus familiares. Estamos retrocedendo e a gerência não quer enxergar isso. É inadmissível que uma empresa do porte da Petrobrás mantenha em seu quadro, empresas que não cumpram com suas obrigações, e, por conta disso, não sofrem nenhuma consequência.
 
Outro problema que também vem se arrastando é o caso dos vigilantes terceirizados.  A VIC, empreiteira que entrou para substituir a Plano, vem cometendo os mesmos erros. Já denunciamos diversas vezes o descaso da empreiteira em garantir os direitos acordados, como a cesta básica, mas ninguém faz nada.  A gerência do Compartilhado, até o momento não tomou nenhuma atitude para punir a empresa. Não é possível que vão continuar vendo os trabalhadores serem prejudicados e não fazer nada. Chega de conversa, queremos soluções imediatas, já!
Empreiteiras não param de dar calote na Regap