Por pouco, uma tragédia que já aconteceu no passado, se repete na 01-P-23B Por pouco, uma tragédia que já aconteceu no passado, se repete na 01-P-23B

Diversos, Notícias | 17 de junho de 2013

Na madrugada da última quarta-feira, dia 12, por pouco a Regap não virou uma cena de tragédia. A falta de lubrificação do eixo da bomba de carga da UDAV-1 causou vibração, centelhamento e vermelhidão no mancal. Isso impediu a bomba de aceitar o comando de parada tanto da área quanto do CIC. Esse episódio só não resultou numa fatalidade porque não houve vazamento, pois do contrário, um incêndio de grandes proporções poderia ter consumido a refinaria, levando a uma fatalidade.

Em 2005, uma ocorrência semelhante a esta, causou um incêndio na unidade provocando uma parada de sete dias. Naquela época, a causa foi a falta de lubrificação na bomba 01-P-23B. Esse é mais um acidente que escancara a falta de preparo da administração para agir preventivamente, já que não é a primeira vez que acontece. E, nessa história, como sempre, os trabalhadores contaram com a sorte. A Regap tem um histórico de acidentes e mortes, portanto, a gerência da refinaria devia aprender com os erros do passado para não cometê-los novamente.

O Sindipetro/MG cobrou da gerência geral uma investigação mais aprofundada por se tratar de uma ocorrência repetitiva. A gerência criou uma comissão para analisar o acidente. O diretor do sindicato, Osvalmir Almeida, irá acompanhar o caso.

Sindipetro/MG

Por pouco, uma tragédia que já aconteceu no passado, se repete na 01-P-23B