AMS: cobrar por fora, não! AMS: cobrar por fora, não!

Diversos, Notícias | 28 de junho de 2013

Na semana passada, um trabalhador da Regap ficou indignado com um episódio que pode afetar a qualquer de um nós, usuários da AMS. Sua esposa foi a uma Ginecologista/Obstetra, credenciada no convênio, e foi diagnosticado que ela precisaria se submeter a uma cirurgia. Para que tal procedimento fosse feito, a médica exigiu um “pagamento por fora”, no valor de R$ 1.500. Um absurdo e,  infelizmente, uma prática que começa a se tornar corriqueira. Há de se louvar a atitude do companheiro que denunciou essa fraude. Pois do contrário, ele poderia pagar e deixar por isso mesmo, ou então procurar outro médico. Pelo bem do nosso convênio, não foi esta a sua atitude. Ele denunciou o caso  à ouvidoria, à gerência local da AMS e ao Sindipetro/MG.  Agora, cabe a  Petrobrás expurgar do convênio profissionais deste tipo. Que esse acontecimento sirva de exemplo, pois quanto mais denúncias foram feitas, mais estaremos contribuindo para a melhoria da nossa assistência. Ficar calado só contribui para perpetuar esta situação.  

Sindipetro/MG

AMS: cobrar por fora, não!