Lista de cobertura: o ovo da serpente Lista de cobertura: o ovo da serpente

Diversos, Notícias | 24 de janeiro de 2014

O gerente do DH (SEHID + SEDIL) tentou implantar uma “lista de cobertura” no setor. Porém, os operadores não aceitaram. Mesmo assim, o gerente chegou a fazer a lista e colocou em prática. Um trabalhador foi convocado para retornar à refinaria. Antes, qualquer necessidade era coberta por dobra. Entretanto, o chefe do setor quis inventar e impor uma escala que tira o operador de folga para ir à Regap. O Sindipetro/MG entrou em contato com o chefe do setor questionando a lista e colocando a insatisfação dos trabalhadores. Ficou acertado que a lista não vai ser implantada.

Devido a oposição dos companheiros, essa lista foi abolida. Esse gerente implantou a lista por outro setor. É importante ressaltar que uma “lista de cobertura” é uma forma de camuflar a falta de pessoal. Já está provado que este tipo de artifício não resolve o problema e aumenta os riscos que correm os trabalhadores. Sempre é bom lembrar, que a adesão dos petroleiros a essa lista de cobertura enfraquece a luta pelo número mínimo e por reposição de mão de obra na Regap.

Apesar da falta de contingente, a direção da empresa está implementando um programa de demissão em massa, o que vai agravar ainda mais a falta de segurança que hoje se vive na Petrobrás. Alternativas à falta de pessoal, que são dadas pela “lista de cobertura”, colocam em risco, também, o turno em alguns setores da Regap. Vamos ficar atentos e apoiar atitudes como a dos companheiros do DH, pois essa lista de cobertura é o “ovo da serpente”, do que pode vir para cima dos trabalhadores.

Sindipetro/MG

Lista de cobertura: o ovo da serpente