Redemocratização da mídia é destaque no Encontro de Comunicação da FUP Redemocratização da mídia é destaque no Encontro de Comunicação da FUP

Diversos, Notícias | 14 de agosto de 2014

A mídia brasileira tem um marco regulatório, entretanto, queremos outro. Com este raciocínio, o convidado Venício Lima, um dos principais analistas de mídia do Brasil, deu início ao Encontro de Comunicação da FUP na manhã desta quinta-feira, 14.

As leis de radiodifusão defendem apenas os interesses privados, num sistema onde poucos falam e muitos escutam. Para Venício, o fortalecimento da mídia pública e o apoio ao projeto de iniciativa popular do Fórum Nacional de Democratização da Comunicação (FNDC) são um dos caminhos para que uma nova lei.   “O sistema atual não representa a pluralidade do país. O que temos é exclusão da maioria das vozes do povo brasileiro”.

 Alessandra Murteira – jornalista da FUP e Venício Lima – analista de mídia

Já para o editor do blog Tijolaço, Fernando Brito, o que temos hoje é uma a imprensa é uníssona. “Não há versões diferentes. O que temos é uma mídia partidarizada, com as mesmas verdades, o que tem gerado descrédito”.

Fernando Brito – editor do blog Tijolaço

IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO PARA A CATEGORIA PETROLEIRA

Um dos secretários de comunicação da FUP, Leopoldino Martins, chamou a atenção para a necessidade do uso das novas ferramentas de comunicação. “Nós, enquanto trabalhadores, temos que superar ou pelo menos empatar em termos de comunicação com a Petrobrás. Por isso, temos que integrar as ferramentas disponíveis para termos uma comunicação mais ágil”.

Leopoldino Martins – secretário de comunicação da FUP – destaca importância das novas mídias para agilizar comunicação

Sindipetro/MG

Redemocratização da mídia é destaque no Encontro de Comunicação da FUP