Cenário político é destaque em solenidade de abertura do XVI Confup Cenário político é destaque em solenidade de abertura do XVI Confup

Diversos, Notícias | 15 de agosto de 2014

As eleições de outubro deram o tom na solenidade de abertura do XVI Confup que aconteceu na noite de quinta-feira, 14. Anfitrião do congresso, o coordenador do Sindipetro-RN, José Araújo, deu as boas vindas e destacou a importância do período. “Sentimos honrados com a presença dos petroleiros em nosso estado, principalmente porque este ano o nosso sindicato completa 30 anos. Daqui vamos tomar o rumo das eleições”.

Na sequência, o representante do Diretório Nacional do PT no RN, Luiz Carlos Silva, também destacou sobre a importância do congresso acontecer no Rio Grande do Norte. “Pela primeira vez, o congresso dos petroleiros acontece aqui e esse é um momento importante, principalmente para lutarmos contra o retrocesso no Brasil”.

Para o presidente nacional da CUT, Vagner Freitas, a direita não aceita o fato de o governo popular ter gerido bem o Brasil. Ele destacou, que em 12 anos não se limpa 500 de mazelas. Além disso, chamou atenção para a necessidade urgente de uma reforma política, tributária e um novo marco regulatório para imprensa. “Ainda temos muitos o que avançar. Só há dois projetos; o da classe trabalhadora que está em construção, porque é nosso. O outro é o retrocesso, que inclui a desconstrução da Petrobrás. Por isso, temos que reeleger a presidenta Dilma”.

Presidente da CUT – Vagner Freitas

O coordenador da FUP, João Antônio de Moraes, disse que sente orgulho de trilhar um caminho de mudanças no nosso país. “Não abrimos mão de nos posicionar. Sabemos de qual lado estamos e para onde queremos ir.

João Antônio de Moraes – coordenador da FUP

Da Confederação dos Metalúrgicos do RN, Paulo Cais, disse que a classe trabalhadora disputa no voto. “Nós vamos responder a direita raivosa com a vitória do governo popular”.

Já o dirigente da CNQ, Itamar Sanches, reforçou o apoio à candidatura da presidenta Dilma. “O Brasil hoje é referência internacional e aqui não querem enxergar isso. Mas os petroleiros têm lado”.

Divanilton Pereira, dirigente da CTB, enfatizou a burguesia brasileira vai fazer de tudo para voltar ao poder.

Em defesa da Petrobrás

Para o presidente do PCdoB, Antenor Roberto, a Petrobrás é, para o povo brasileiro, a garantia de dois direitos constitucionais: educação e saúde.

Newton Carneiro, diretor de Investimentos da Petros, ressaltou que é importante a integração internacional dos trabalhadores. Além disso, destacou que é preciso tirar da Petrobrás quem é contra a empresa.

FUP na vanguarda

O professor Paulo Roberto Padilha, representante do Instituto Paulo Freire, fez questão de pontuar a importância da FUP para a expansão do projeto educacional de jovens e adultos, MOVA-Brasil. “Atualmente, estamos presentes em 11 estados. Se não fosse a FUP seria impossível chegar aos recantos do Brasil”.

O secretário geral da Global Union, entidade que reúne representações dos trabalhadores do sistema Petrobrás pelo mundo, Jorge Almeida, parabenizou a iniciativa da FUP em internacionalizar a organização dos trabalhadores.

Representando a Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República, Tatau Godinho, destacou a capacidade da categoria petroleira em defender o patrimônio nacional, que é a Petrobrás. Além disso, cumprimentou a coordenadora do Coletivo de Mulheres Petroleiras da FUP, Anacélie Azevedo, pela iniciativa em lutar pela igualdade de direitos dentro da empresa.

Da coordenação do MAB, José Josivaldo, parabenizou a aliança da FUP na Plataforma Operária e Camponesa e ressaltou a importância da aliança dos trabalhadores do campo e da cidade na construção de uma política energética.

Representação internacional

O convidado Mohammed Mousa Jadallah,  representante da Federação dos Trabalhadores Petroquímicos da Palestina, pontuou o caos vivido em seu país em virtude do ataque israelense. Na sua análise, o estrago é pior do que os causados por terremotos e tornados. 

Convidados de diversas entidades trabalhistas internacionais, como Noruega e Equador, marcaram presença.

Presidenta Dilma envia mensagem à categoria

Um dos destaques da noite foi a mensagem presidente Dilma parabenizando o congresso dos petroleiros. Confira a íntegra.

 

{edocs}boletim/dilma1.pdf,600,900{/edocs}

 

{edocs}boletim/dilma2.pdf,600,900{/edocs}

 

 Delegação de Minas Gerais

Sindipetro/MG

Cenário político é destaque em solenidade de abertura do XVI Confup