Após acidente, trabalhador tem perna amputada e está em coma Após acidente, trabalhador tem perna amputada e está em coma

Diversos, Notícias | 10 de outubro de 2014

O trabalhador terceirizado da Perbras, Gláucio Parreira Queiroz, de 25 anos, é mais uma vítima da falta de segurança do Sistema Petrobrás. Ele sofreu um grave acidente no último sábado, dia 4, quando operava o poço Córrego Cedro Norte 02 (CCN – 02) na unidade de São Mateus – Norte do Espírito Santo. Durante uma operação de circulação de óleo quente, conhecida como desparafinação, houve o rompimento de um niple de 2″ da linha de by-pass que o atingiu. Gláucio teve uma perna amputada e foi transferido para o Hospital de Vitória, onde está internado em coma. Por ter presenciado o acidente, o petroleiro Renato Franco da Silva está recebendo atendimento psiquiátrico/psicológico. Com apenas 25 anos Gláucio, no auge da sua juventude, ele se soma à lista dos trabalhadores que ficaram mutilados pela política de SMS que põe o lucro acima da vida. 

Em menos de um mês, dois graves acidentes aconteceram no Espírito Santo. No dia 18 de setembro, o terceirizado Sidnei Vieira Messias, de 44 anos, morreu após um estabilizador de nove metros, pesando uma tonelada, lhe atingir o tórax, causando fratura nas costelas que perfuraram o pulmão. A FUP e seus sindicatos seguem na luta, para que um dia, a gestão da Petrobrás priorize a vida e deixe de tratar acidentes com pouco caso. Este é o décimo acidente em 2014.

com informações do Sindipetro-ES

Após acidente, trabalhador tem perna amputada e está em coma