FUP/Sindipetro MG cobra mudança na revisão do PCAC dos ISIs e segue na luta contra a terceirização da Segurança Patrimonial FUP/Sindipetro MG cobra mudança na revisão do PCAC dos ISIs e segue na luta contra a terceirização da Segurança Patrimonial

Diversos, Notícias | 2 de dezembro de 2014

 

Em reunião realizada no último dia 13 de novembro , com o RH e o Compartilhado da Petrobrás, a FUP cobrou mudanças na proposta da empresa de revisão do Plano de Cargos e Salários dos trabalhadores que atuam na Segurança Patrimonial (SSP). 

Uma nova reunião com a Petrobrás deve acontecer nas próximas semanas para dar sequência às negociações, estamos aguardando uma nova reunião com a gerencia do Compartilhado. 

Principais reivindicações dos ISI`s encaminhadas pela FUP: 

 

  • Suspensão imediata da proibição por parte da Petrobrás de realização de concursos públicos para a SSP até 2018. A FUP quer também discutir o redimensionamento dos efetivos, já que o setor passa por um intenso e arriscado processo de terceirização.

 

  • Inclusão de dez ISI`s no proposta de avanço de nível, que não possuem o ensino médio completo e precisam ser reenquadrados.

 

  • Alterações nas propostas de nova nomenclatura, nova matriz de competências e novas atribuições dos ISI`s, que devem estar vinculados ao Código Brasileiro de Ocupações (CBO) e à Lei 7.102, garantindo o controle operacional da atividade de segurança e vigilância patrimonial.

FUP

 

 

 

 

FUP/Sindipetro MG cobra mudança na revisão do PCAC dos ISIs e segue na luta contra a terceirização da Segurança Patrimonial