Caos no Benefício Farmácia Caos no Benefício Farmácia

Diversos, Notícias | 16 de abril de 2015

Nesta sexta-feira, dia 17, haverá uma reunião da FUP com a gerência da Petrobrás e da Global Saúde para cobrar uma solução urgente para os problemas que estão levando alguns petroleiros ao desespero. Uma das reivindicações do Sindipetro/MG é o credenciamento de mais quatro farmácias em Betim, onde, até o momento, somente uma está no programa. Uma tremenda falta de respeito com os mais de 500 beneficiários da cidade. Além disso, o sindicato já enviou ao RH Corporativo uma relação com o nome das cidades e o respectivo número de farmácias para serem credenciadas. 

A direção da Petrobrás mudou a operadora do Beneficio Farmácia repentinamente. Isso foi feito sem nenhuma negociação com a FUP e seus sindicatos. A transição foi realizada de maneira intempestiva e surpreendeu a todos, principalmente os trabalhadores da ativa, aposentados e pensionistas. A forma autoritária como foi realizada a troca da operadora, levou a uma total desorganização do sistema, que já estava implantado e atendia muito bem os beneficiários.

A nova operadora, a Global Saúde, se dispôs a cadastrar todos que utilizavam o antigo sistema e manter o fornecimento dos remédios sem interrupção. Mas não é isso que está acontecendo. O Sindipetro/MG tem recebido inúmeras queixas de companheiros e companheiras que não conseguem cadastrar e nem comprar os remédios. Recebemos denúncias de usuários que ficaram mais de 25 minutos tentando ser atendidos por telefone e não conseguiram. O cadastramento pela internet funciona como vagalume. Isto é: o sistema cai e demora muito tempo para retornar. Quando retorna, é por pouco tempo, pois logo volta a cair, impedindo, assim, o cadastramento. Pelo 0800, o usuário tem que ter muita disposição para ficar ouvindo a irritante “musiquinha”, enquanto espera um possível atendimento.

Nas compras de remédios, a situação não é diferente. Houve casos em que o usuário foi até a farmácia credenciada com a carteira da AMS e não conseguiu efetuar a compra sob a desculpa de ” limite de área excedido”. Para conseguir o número do protocolo do atendimento pelo 0800 é outro sacrifício. Muitos trabalhadores estão em situação difícil, pois estão tendo que comprar medicamentos do próprio bolso afetando o orçamento familiar e trazendo sofrimento para os doentes e suas famílias.

O Beneficio Farmácia não é gratuito. Todos nós temos um desconto mensal para cobrir os gastos da Petrobrás com as compras dos remédios. Ela é responsável pelo desconto em nossos salários e também é a responsável por gerir esses recursos. A Petrobrás escolheu, sem nenhuma negociação com a FUP/Sindipetros, a Global Saúde para administrar o programa. Portanto, é de sua total responsabilidade os problemas que estamos passando por causa da incompetência da operadora.

É bom lembrar que muitos trabalhadores da ativa, aposentados, pensionistas e dependentes utilizam remédios caros. O tratamento dessas doenças exige o uso contínuo de medicamentos. A faltar pode levar ao agravamento do quadro e resultar em óbito. A direção da Petrobrás e a Global Saúde têm de tomar medidas para por fim aos riscos que estão expondo seus trabalhadores, aposentados e familiares. O Beneficio Farmácia é uma conquista de nossa categoria e não admitiremos que o destruam. E em caso de reclamação, entre em contato com a Ouvidoria da AMS: ouvidoria.ams@petrobras.com.br e 0800 2828280, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, exceto feriados.

Sindipetro/MG