PLENAFUP: “A terceirização é uma máquina de matar gente”, diz secretária de Relações do Trabalho da CUT PLENAFUP: “A terceirização é uma máquina de matar gente”, diz secretária de Relações do Trabalho da CUT

Diversos, Notícias | 4 de julho de 2015

“Se o PL 43330 passar como está sendo proposto, rasgaremos a CLT”. Foi assim que Graça Costa, secretária das Relações de Trabalho da CUT, alertou os petroleiros sobre o perigo que a classe trabalhadora está correndo com o projeto de lei da terceirização. Ela lembrou dados que mostram as atrocidades provocadas pelo processo. No Brasil, a cada cinco mortes, quatro são terceirizados. “A terceirização é uma máquina de matar gente”, ressaltou.

Para Graça, o empresariado quer legalizar o que já fazem hoje, de forma ilegal. Pode chegar ao ponto de os trabalhadores nem saber quem os contratou. E a falta de punição é um fator que facilita. Diante dos números riscos que a classe trabalhadora está correndo, ela fez um apelo à classe trabalhadora: “Se for aprovado dessa forma, haverá a pulverização dos trabalhadores. Por isso, temos que virar o jogo no Congresso Nacional”.

O desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 10a Região (TRT-DF/TO), Grijalbo Fernandes Coutinho, fez uma síntese do sistema capitalista para explicar o que está acontecendo na conjuntura. E foi enfático ao dizer que o objetivo da terceirização é reduzir custo, já que o lucro é a essência do sistema econômico. Para ele, há um preconceito classista, que quer liquidar os movimentos sociais e fragmentar a classe trabalhadora. “A terceirização é uma máquina de destruição”, disse.

Sindipetro/MG

PLENAFUP: “A terceirização é uma máquina de matar gente”, diz secretária de Relações do Trabalho da CUT