Petroleiros de MG seguem aprovando indicativo de greve de 24h Petroleiros de MG seguem aprovando indicativo de greve de 24h

Diversos, Notícias | 14 de julho de 2015

Em assembleias, os petroleiros da Regap e da UTE-ACH seguem aprovando o indicativo de greve de 24h na sexta-feira, 24, dia em que acontecerá a reunião do Conselho de Administração da Petrobrás. A paralisação será um recado para a gerência, de que a categoria não irá aceitar os desinvestimentos anunciados recentemente no Plano de Negócios. Até o momento, os trabalhadores do G.2 e G.5 referendaram as deliberações aprovadas na V Plenafup e no Congresso Local, que preveem:

1) Desconto de 2% da remuneração dos não associados nos meses de agosto e setembro para o financiamento das campanhas em defesa da Petrobrás e do Brasil e contra os desinvestimentos anunciados no Plano de Negócios. Desse montante, 50% será para FUP e 50% para o sindicato;

2) A não Devolução do Imposto Sindical deste ano, também para o financiamento das campanhas;

3) Assembleia Permanente;

4) Estado de Greve.

Ainda nesta terça-feira, 14, serão realizadas assembleias com o Grupo 4, às 15h30 e às 23h30, com o Grupo 3. Na Regap e UTE-ACH as assmbleias terminam amanhã, às 7h30, com os trabalhadores do HA e Grupo 1.

Em Montes Claros, as assembleias acontecerão na quarta e quinta-feira, 15 e 16. Já na Usina Termelétrica de Juiz Fora haverá uma única assembleia na segunda-feira, 20.  

Sindipetro/MG

Petroleiros de MG seguem aprovando indicativo de greve de 24h