TST adia julgamento do dissídio da RMNR TST adia julgamento do dissídio da RMNR

Diversos, Notícias | 13 de abril de 2016

O Plenário do Tribunal Superior do Trabalho (TST) adiou o julgamento do Dissídio Coletivo de Natureza Jurídica referente ao complemento remuneratório dos trabalhadores da Petrobrás, a RMNR, que estava previsto para acontecer nesta terça-feira, 12. Este era o segundo ítem de pauta do Pleno, que sequer chegou a analisar a matéria.

Os dirigentes da FUP e sindicatos filiados aguardaram por mais de seis horas um posicionamento do presidente do TST, ministro Ives Gandra, que, por volta das 19h, retirou o tema da pauta. Uma nova sessão do Pleno será marcada para o julgamento do dissídio movido pela Petrobrás. Em nota publicada na página do Tribunal na internet, o ministro informou que “não houve tempo hábil para a votação”. 

FUP

TST adia julgamento do dissídio da RMNR