Impeachment: carta aberta aos petroleiros Impeachment: carta aberta aos petroleiros

Diversos, Notícias | 15 de abril de 2016

Vivemos o momento mais grave da história do país, desde a redemocratização. A classe trabalhadora está sob ataque e corre sérios riscos de perder direitos conquistados a duras penas. 

O uso indevido do recurso do impeachment para tentar afastar sem qualquer fundamento jurídico uma presidente eleita por 54 milhões de votos é um golpe com objetivos muito claros: reconduzir a classe empresarial ao comando do Estado brasileiro.

Os parlamentares que atentam contra a democracia são os mesmos que atacam o cidadão brasileiro com projetos que podem fazer o nosso país retroceder décadas em relação aos direitos humanos, sociais e trabalhistas. São os mesmos que se articulam para privatizar a Petrobrás e para acabar com o Sistema de Partilha do Pré-Sal.

Na gestão da nossa empresa não é diferente. Os gestores que defendem abertamente o golpe são os mesmos que estão implementando o desmonte da companhia, vendendo ativos e reduzindo investimentos estratégicos. São os mesmos que defendem o aniquilamento das conquistas sociais que tivemos ao longo dos últimos anos.

Não temos dúvidas de que se o golpe se concretizar, os gestores da Petrobrás farão de tudo para implementar o que não conseguiram na última campanha reivindicatória: reduzir o nosso ACT para tentar zerar todas as conquistas sociais e econômicas, como o avanço de nível automático, a jornada 14 x 21, a hora extra da troca de turno, a HE a 100%, os auxílios educacionais, o benefício farmácia e várias outras garantias da AMS.

É fundamental que os petroleiros entendam que a luta contra esses retrocessos está diretamente associada à luta contra o golpe. Nos corredores do Congresso Nacional, a informação é de que se o impeachment da presidente Dilma ocorrer, a Petrobrás será “entregue” à turma do Eduardo Cunha, principal mentor do golpe e réu em crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.
Se esses golpistas, que já agem escancaradamente contra os trabalhadores, assumirem o comando do país, a correlação de forças para garantir os nossos direitos será muito mais difícil. Que dirá avançar nas nossas reivindicações!

O que estamos vivendo, portanto, é uma luta de classes que se acirra a cada momento. A categoria petroleira não pode vacilar sobre que posição ocupa nessa batalha. Nós trabalhadores temos que enfrentar os golpistas, pois, seja na Petrobrás ou na cena política nacional, o que eles querem é impor a agenda hegemônica do mercado e acabar com qualquer alternativa de luta e resistência.

Fazemos, portanto, um chamado a todos os petroleiros para que saiam às ruas e se mobilizem nas redes sociais para derrotar esse golpe que não é somente contra um governo legitimamente eleito. O golpe é contra nós, trabalhadores! 
Brasília, 15 de abril de 2016
Federação Única dos Petroleiros e Sindicatos filiados

PRESSIONE OS PARLAMENTARES CONTRA O GOLPE

Montamos uma lista com 39 deputados federais que ainda temos chance de disputar seu voto contra o impeachment. Envie e-mail , argumentando contra o golpe:

AMAPÁ
1. Cabuçu Borges PMDB
https://goo.gl/MvMNqn
2. Marcos Reategui PSD
https://goo.gl/SLw3Ih
3. Vinícius Gurgel PR
https://goo.gl/TE4Jap
4. Janete Capiberibe PSB
https://goo.gl/tkyotO

AMAZONAS 
5. Alfredo Nascimento PR
https://goo.gl/168ri7
ALAGOAS 
6. Marx Beltrão PMDB 
https://goo.gl/L4sKPK
7. Ronaldo Lessa PDT 
http://goo.gl/HjILss

BAHIA
8. Cacá Leão PP
https://goo.gl/iCPuIO
9. João Bacelar PR
https://goo.gl/5A4Jtq
10. Jony Marcos PRB 
https://goo.gl/VioE1K
11. José Nunes PSD 
https://goo.gl/gF4CD7 
12. Mario Negromonte Jr. PP 
https://goo.gl/0hBY7f
13. Ronaldo Carlettto PP 
https://goo.gl/nd55J3

CEARÁ
14. Gorete Pereira PR 
https://goo.gl/2czDlj
15. Macedo PP
https://goo.gl/T815ge

GOIÁS
16. Flávia Morais PDT 
https://goo.gl/7fjjJ0 

MARANHÃO
17. Hildo Rocha PMDB 
https://goo.gl/RMDnPS
18. Hissa Abrahão PDT
https://goo.gl/jFDmI8

MINAS
19. Brunny PR 
https://goo.gl/5qpjiz
20. Luis Tibé PTdoB
https://goo.gl/89LNwN
21. Mário Heringer PDT
https://goo.gl/5hCypj
22. Raquel Muniz PSD 
https://goo.gl/g9M5ld
23. Rodrigo Pacheco PMDB
https://goo.gl/ET8iwV
24. Saraiva Felipe PMDB
http://goo.gl/1rMUxz
25. Tenente Lúcio PSB
https://goo.gl/9M7UXb
26. Toninho Pinheiro PP
https://goo.gl/A4Gvrb

PARÁ
27. José Priante PMDB 
https://goo.gl/uJAstl
28. Lúcio Vale PR
https://goo.gl/ikOCzP
29. Beto Salame PP 
https://goo.gl/LK4neP
30. Simone Morgato PMDB
https://goo.gl/pVd8uf

PARAÍBA 
31. Welllington Roberto PR 
https://goo.gl/Hvqgqy
PERNAMBUCO
32. Adalberto Cavalcanti – PTB
https://goo.gl/2S1pHY

PIAUI
33. Júlio César PSD
https://goo.gl/UQAFMh

RIO DE JANEIRO
34. Altineu Cortês PMDB 
https://goo.gl/y2Si2r

RORAIMA
35. Luiz Cláudio PR 
https://goo.gl/PAZAY8

SÃO PAULO
36. Márcio Alvino PR
https://goo.gl/RSVMzW
37. Miguel Lombardi PR 
https://goo.gl/DYsG8d
38. Tiririca PR 
https://goo.gl/LbBDmw

SERGIPE
39. Adelson Barreto – PR
http://goo.gl/NdDqMY

FUP

Impeachment: carta aberta aos petroleiros