Nocaute: Fernando Morais entra na briga em defesa do Pré-Sal Nocaute: Fernando Morais entra na briga em defesa do Pré-Sal

Diversos, Notícias | 4 de julho de 2016

O jornalista e escritor Fernando Morais publicou neste fim de semana uma série de vídeos em defesa do Pré-Sal no facebook do Nocaute, seu mais novo projeto de reportagens e textos que serão produzidos especialmente para a internet. O engajamento dele dará mais visibilidade à luta dos petroleiros contra o Projeto de Lei 4567/16, que está em vias de ser aprovado na Câmara dos Deputados Federais.

Nos vídeos, Fernando Morais entrevista e colhe depoimentos de artistas e intelectuais, como a artista plástica Pinky Wainer, a filósofa Marilena Chauí, e o líder do MST, João Pedro Stédile.

“Esta semana, a Câmara dos Deputados pode votar e aprovar o projeto de José Serra, já provado no Senado, que escancara as portas dos Pré-Sal para a iniciativa privada e o capital estrangeiro. Se isso acontecer, a Petrobrás que tem hoje assegurado por lei a exploração de 30% do Pré-Sal, poderá ficar sem nada, zero”, alerta o escritor, no vídeo que explica o porquê do seu engajamento na luta para barrar a entrega do maior patrimônio do povo brasileiro.

https://www.facebook.com/nocautefernandomorais/videos/243209969399527/

A filósofa Marilena Chauí, uma das personalidades ouvidas por Fernando Morais, denuncia os objetivos da operação Lava Jato: “Não tem nada a ver com a moralização da Petrobrás. A operação Lava Jato é pra tirar de nós o Pré-Sal. Sérgio Moro foi treinado nos Estados Unidos pelo FBI para realizar essa operação e nós sabemos que as chamadas seis irmãs do petróleo lutaram pelo Pré-Sal desde a descoberta dele”, alertou.

 https://www.facebook.com/nocautefernandomorais/videos/243002669420257/

O líder do MST, João Pedro Sédile, também deu seu depoimento ao escritor:

https://www.facebook.com/nocautefernandomorais/videos/243000386087152/

O Nocaute é um projeto de Fernando Morais, ainda em construção, que está em fase de financiamento coletivo, o chamado “crowdfunding”, que já conta com a colaboração de 726 apoiadores. “Mais do que um blog, Nocaute pretende ser um canal de notícias, entrevistas e pequenas reportagens. Em todas as áreas: política, comportamento, esportes, cultura, economia. Com colunas diárias e semanais apresentadas por vários colaboradores”, explica o escritor, que já vinha utilizando o seu facebook pessoal (que já conta com mais de 50 mil seguidores), para testar a internet como plataforma de comunicação.

Acompanhe o facebook do Nocaute e os vídeos em defesa do Pré-Sal: @nocautefernandomorais

Conheça o projeto Nocaute e colabore: http://www.nocaute.blog.br/

FUP, com informações do Nocaute

Nocaute: Fernando Morais entra na briga em defesa do Pré-Sal