Nota da FUP sobre o golpe de Estado contra a presidente Dilma Rousseff Nota da FUP sobre o golpe de Estado contra a presidente Dilma Rousseff

Diversos, Notícias | 1 de setembro de 2016

Hoje, dia 31 de agosto, nós, brasileiros, vivemos a morte da democracia. Após tantas lutas para conquistar o direito de eleger nossos representantes, vemos nossa primeira presidenta mulher ser vítima de um golpe de Estado. Junto com a saída de Dilma Rousseff, são derrubados os direitos trabalhistas e a soberania do Estado brasileiro. Assumem o poder, com Michel Temer, a criminalização dos movimentos sociais, a entrega da Petrobrás e do nosso maior bem público, o Pré Sal. Como em toda morte, há um tempo de luto. Porém, o tempo para o luto é curto, já que nós, petroleiros, trabalhadores, representantes dos movimentos sociais, temos que continuar nas ruas, lutando sempre pela democracia e pelos direitos de cada brasileiro. Também estaremos sempre lutando pela nossa soberania e pelo nosso Pré Sal. Não iremos nos calar. A luta é para sempre.

Zé Maria – coordenador geral da FUP

Nota da FUP sobre o golpe de Estado contra a presidente Dilma Rousseff