Sindipetro Caxias tem nova vitória na Justiça contra cortes na Reduc Sindipetro Caxias tem nova vitória na Justiça contra cortes na Reduc

Diversos, Notícias, Tribuna Livre | 28 de junho de 2017

refinaria-duque-de-caxias-reduc-1Surtiu efeito a pressão dos petroleiros da Reduc, que compareceram em massa à 6ª Vara da Justiça do Trabalho, em Duque de Caxias, na tarde desta terça-feira (27). Nessa data, a FUP e o Sindipetro Caxias participaram de audiência para exigir dos representantes da Petrobrás a manutenção do número mínimo de trabalhadores que era praticado na refinaria antes da reestruturação feita pela empresa.

A categoria conseguiu prorrogar até o dia 21 de julho a liminar que suspende a redução de efetivos imposta unilateralmente pela empresa. Uma nova audiência com representantes do Sindicato e da Petrobrás será realizada nesta data, mas até lá a empresa deve manter o quadro atual de trabalhadores da Reduc.

Na audiência desta terça, o Sindipetro Duque de Caxias também garantiu o direito de estudar detalhadamente o plano dos gestores para reestruturação dos efetivos da refinaria. A Petrobrás, portanto, terá que fornecer ao Sindicato toda a documentação referente os estudos feitos.

“Ficou claro na audiência que este plano da empresa é uma fraude, pois foi elaborado para ser aplicado em um modelo de refinaria que não corresponde à realidade da Petrobrás. A Reduc, por exemplo, é uma refinaria velha, cheia de problemas em seus sistemas de automação, que não passaram por qualquer mudança que justifique reduzir efetivos”, explicou o diretor da FUP e coordenador do sindicato, Simão Zanardi Filho

Entenda o fato

No dia 14 de junho, após denúncias feitas pelo Sindipetro Duque de Caxias, a Justiça do Trabalho concedeu liminar obrigando a Petrobrás a apresentar ao Sindicato o documento oficial do estudo para redução do efetivo da Reduc e suspender a sua implantação até o dia 19 de junho, data que estava agendada reunião da FUP com a empresa.

Desde então, os turnos da refinaria voltaram a apresentar o número mínimo de trabalhadores que tinham antes dos cortes. Como a reunião com a FUP foi suspensa pela empresa, o Sindipetro conseguiu prorrogar a manutenção dos efetivos mínimos até esta terça, quando conquistou mais uma vitória, ao manter em suspenso a redução dos efetivos da Reduc até a próxima audiência.

Sindipetro Caxias tem nova vitória na Justiça contra cortes na Reduc