Petrobrás entrega operação de 5 blocos  de pré-sal à iniciativa privada Petrobrás entrega operação de 5 blocos de pré-sal à iniciativa privada

Diversos, Notícias, Tribuna Livre, Mundo, Novidades, Política | 27 de outubro de 2017

bacia-de-camposNem bem mudaram as regras de partilha e já estão entregando nosso petróleo de bandeja às empresas estrangeiras. No ano passado, o Congresso Nacional aprovou uma lei acabando com a obrigatoriedade legal da Petrobrás ser a operadora exclusiva do pré-sal no Brasil e dando fim à garantia da estatal de participação mínima de 30% em todos os consórcios.
Agora, a ANP realiza nesta sexta-feira (27) dois novos de leilões de petróleo da camada pré-sal, com um total de oito blocos nas bacias de Santos e de Campos, alguns considerados os mais promissores em petróleo do mundo.
Ao todo, 15 empresas – todas grandes petroleiras internacionais – manifestaram interesse pela disputa dos oito blocos: um cenário bem diferente do encontrado em 2013, quando apenas um consórcio, liderado pela Petrobrás, apresentou e arrematou o leilão do Campo de Libra.
No entanto, apesar do potencial das reservas que serão leiloadas, a Petrobrás decidiu usar seu direito de preferência para atuar como operadora com participação de 30% em apenas três dos oito blocos: o Campo de Sapinhoá (Entorno de Sapinhoá), da 2ª Rodada, e nos blocos de Peroba e Alto de Cabo Frio – Central, ambos da 3ª Rodada.
Com isso, a Petrobrás não só renuncia a uma grande receita, uma vez que já possui tecnologia e custos reduzidos para exploração na camada pré-sal, como também abre mão do controle de uma das maiores riquezas do povo brasileiro. Hoje, o Brasil tem uma das maiores reservas de petróleo do mundo, que poderia garantir ao País soberania e uma posição estratégica no mercado internacional.
Até 2019, há outros sete leilões previstos, com expectativa de US$ 80 bilhões em investimentos. Segundo a ANP, os leilões vão permitir uma produção diária de mais 2 milhões de barris de petróleo, ao longo da duração dos contratos. No último mês de setembro, a produção de petróleo pela Petrobrás somente a partir do pré-sal foi de 1,68 milhão de barris de óleo equivalente por dia.

Petrobrás entrega operação de 5 blocos  de pré-sal à iniciativa privada