Incêndio vira vaporização na Petrobrás de Parente Incêndio vira vaporização na Petrobrás de Parente

Diversos, Notícias, De que lado você está?, Tribuna Livre | 17 de novembro de 2017

regap-petrobras-1Um vazamento no trocador da U-210, na Regap, provocou um incêndio de grandes proporções no último dia 9. O fato ocorreu durante parada de manutenção e foi preciso consumir meio tambor de LGE (Líquido Gerador de Espuma), mas só depois da montagem de uma linha auxiliar foi possível extinguir as chamas.

No entanto, em relatório interno da Regap, o incidente foi notificado como “vaporização em permutador da unidade”. Ou seja, mais uma vez a refinaria esconde a gravidade do que aconteceu com a subnotificação do acidente à diretora da empresa.

Segundo informações levantadas pelo Sindipetro/MG, esse trocador possui problemas de projeto e apresenta vazamentos recorrentes. O problema teria sido resolvido em 2008, com a troca da peça, mas voltou a ocorrer em 2014 com a utilização de uma junta em mau funcionamento.

Este já é o quinto acidente registrado na Regap desde agosto e, graças à rápida atuação das equipes de emergência e contenção, nenhum deles com vítimas ou danos graves.

A média tem sido de um acidente a cada 18 dias nos últimos três meses, período que coincide com o último grupo de trabalhadores a deixar a empresa pelo PIDV, o que revela a insegurança à qual a categoria está exposta com os cortes de efetivo.

Incêndio vira vaporização na Petrobrás de Parente