Petroleiros de MG fazem ato contra a redução de direitos em defesa do ACT Petroleiros de MG fazem ato contra a redução de direitos em defesa do ACT

Diversos, Notícias, Tribuna Livre | 30 de novembro de 2017

assembleia_felipe_30_11Na manhã desta quinta-feira (30), os petroleiros de Minas fizeram um ato na portaria da Regap para pressionar a Petrobrás a apresentar uma proposta que atenda às reivindicações da categoria. A mobilização ocorreu juntamente com uma das assembleias sobre uma greve no dia 5 de dezembro contra a Reforma da Previdência.

“A ideia desse ato era pressionar a empresa para renovar o acordo, mas o acordo foi renovado antes disso, o que demonstra a força da categoria petroleira ao aprovar a greve contra qualquer retirada de direitos. E Minas foi o único Estado que só teve um voto contrário à proposta”, afirmou o coordenador do Sindipetro/MG, Anselmo Braga.

Os trabalhadores estão em campanha salarial desde agosto deste ano pela manutenção do atual Acordo Coletivo de Trabalho (ACT). No entanto, as duas propostas apresentadas pela empresa até agora retiram direitos da categoria.

Em uma tentativa de intimidar a classe, a Petrobrás se utilizou da prerrogativa de que, após a database, o ACT perde sua validade, para ameaçar os trabalhadores e pressioná-los a aceitar um acordo menor.

No entanto, a categoria tem se mostrado firme na luta pela manutenção de seus direitos e, na semana passada, a empresa prorrogou o acordo mais uma vez, com validade até 31 de dezembro deste ano.

Além de Minas, diversas outras bases da FUP pelo País fizeram atos nesta quinta-feira por nenhum direito a menos e em defesa do ACT.

Petroleiros de MG fazem ato contra a redução de direitos em defesa do ACT