Audiências públicas debatem política  de preços da Petrobrás Audiências públicas debatem política de preços da Petrobrás

Diversos, Eventos, Notícias, Tribuna Livre, Política | 8 de junho de 2018

O apoio ao movimento grevista dos petroleiros também veio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), que promoveu duas audiências públicas para debater os impactos da política de preços da Petrobrás na economia e sociedade mineiras.
Na primeira audiência, realizada na sede da ALMG, diretores do Sindipetro/MG e o economista do Dieese, Carlos Wagner Costa Machado denunciaram que, em menos de dois anos, essa política promoveu 216 reajustes da gasolina e do óleo diesel. Nos últimos 30 dias, os aumentos foram quase diários.
A segunda audiência foi realizada no dia 1º de junho na porta da Regap, que teve quórum para aprovação de vários requerimentos. Entre eles, a exigência da retirada da multa aplicada sobre o Sindicato e o fim da atual política de preços dos combustíveis e gás de cozinha.
Participaram dos eventos os deputados estaduais Marília Campos (PT), Rogério Correia (PT), Cristiano Silveira (PT) e Doutor Jean Freire (PT). As audiências também tiveram o apoio da CUT-Minas e de outras entidades sindicais do Estado. Também acompanharam o ato os deputados federais Pe. João (PT), Jô Moraes (PC do B) e Reginaldo Lopes (PT), o vereador de Belo Horizonte, Gilson Reis (PC do B) e o ex-prefeito de Contagem e ex-deputado, Carlin Moura (PC do B).

Leia também: AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE POLÍTICA DE PREÇOS DA PETROBRÁS LOTA AUDITÓRIO DA ALMG

Audiências públicas debatem política  de preços da Petrobrás