Operador que sofreu acidente na Regap está estável Operador que sofreu acidente na Regap está estável

Diversos, Notícias, Tribuna Livre | 7 de agosto de 2018

É estável o quadro do operador que sofreu um grave acidente na segunda-feira (6) na U-47 da Regap. Ele permanece internado no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte, sem previsão de alta.

Antenor Pessoa Cavalcante foi atingido por ácido sulfúrico 98% quando houve o rompimento de uma conexão de um Indicador Local de Pressão (PI) próximo ao local onde ele realizava o teste de uma válvula. Ele foi atingido pela substância e teve as costas, o peito e parte do rosto e do braço e antebraço esquerdos afetados.

De acordo com a equipe médica, Antenor teve 20% do corpo queimado e segue entubado por risco de infecção, especialmente na região do pescoço que foi a área mais atingida. Ele sofreu uma lesão reversível no olho *direito e não teve as vias aéreas comprometidas.

O coordenador do Sindipetro/MG, Anselmo Braga, esteve no hospital nesta terça-feira (7) e na segunda e prestou toda a solidariedade aos familiares da vítima. Também colocou à disposição da família o departamento jurídico do Sindicato.

*Atualizada às 10h30 de quarta-feira (8) com a correção de que o olho ferido no acidente foi o direito e não o esquerdo, como inicialmente informado pelo Sindipetro/MG

Leia também:

Acidente deixa três trabalhadores feridos com ácido sulfúrico na Regap

Operador que sofreu acidente na Regap está estável