2019 começa com mais um incidente na Regap 2019 começa com mais um incidente na Regap

Diversos, Notícias, De que lado você está?, Tribuna Livre | 11 de janeiro de 2019

regap-petrobras-1O ano mal começou e a Refinaria Gabriel Passos (Regap) já registrou seu primeiro incidente. Não houve registro de vítimas mas, segundo relatos de operadores da Regap, o caso tinha potencial para uma tragédia. O caso ocorreu no último dia 2 na Unidade 114, também conhecida como URE. Esta unidade é responsável pelo tratamento ao ácido sulfídrico (H2S) produzido pela refinaria.

Trabalhadores ouvidos pelo Sindipetro/MG contaram que o compressor de ar 114K1 apresentou problemas elétricos, o que levou à parada da unidade. Então, para retomar a operação, foi alinhado ar do compressor 03K1 para a URE. Na sequência, houve troca de turnos e o grupo que assumiu tentou dar partida no 114K2 – o que não seria um problema já que ele que opera para o sistema normalmente e não tinha qualquer restrição para voltar à operação.

No entanto, no fim da abertura do bloqueio de descarga, a carcaça do compressor se rompeu arremessando o rotor do equipamento a uma certa distância e, inclusive, atingindo e derrubando uma luminária. Nenhum trabalhador foi ferido pois não havia ninguém na direção em que o rotor foi lançado. Mas, na avaliação dos próprios trabalhadores, se alguém tivesse sido atingido pela peça, havia riscos de ferimentos graves.

Assim como no caso de vários acidentes registrados ao longo de 2018, o incidente chama a atenção pelo potencial. “Estamos acumulando diversos acidentes na base da pirâmide e, consequente, aumentando as possibilidades de ocorrências tão graves como o acidente de 1998. Não se pode admitir que um compressor que não possua um sistema de segurança adequado opere e que, em 2019, ainda não tenhamos uma URE reserva. Por isso, cobramos mais investimentos em manutenção e SMS para que esse tipo de falha não ocorra em uma refinaria de petróleo”, concluiu o diretor do Sindipetro/MG, Alexandre Finamori.

2019 começa com mais um incidente na Regap