Petroleiros de Minas rejeitam proposta da Petrobrás e aprovam estado de greve Petroleiros de Minas rejeitam proposta da Petrobrás e aprovam estado de greve

Diversos, Notícias, Tribuna Livre | 5 de junho de 2019

Por unanimidade, os petroleiros de Minas Gerais rejeitaram a proposta de Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2019/2020 da Petrobrás. Foram realizadas assembleias em todas as bases do Estado – Regap, Termelétrica Aureliano Chaves, Termelétrica de Juiz de Fora e Usina de Biodiesel Darcy Ribeiro – entre os dias 30 de maio e 5 de junho.

Além da rejeição da proposta, os trabalhadores também estão aprovando o estado de greve e estado de assembleias permanentes. Também foi aprovado em assembleia realizada no dia 24 de maio uma paralisação da categoria petroleira em adesão à Greve Geral convocada pelas centrais sindicais em todo o País contra a Reforma da Previdência e a retirada de direitos da classe trabalhadora.

Proposta

A proposta de ACT apresentada pela Petrobrás retira as horas extras 100%, muda a forma de pagamento das férias, retira o pagamento de horas extras nas trocas de turno, acaba com o ingresso no Programa Jovem Universitário, muda as regras de custeio da AMS, muda a vigência do acordo de 2021 para 2020, acaba com as liberações sindicais, entre outras coisas.

Diante de uma proposta que não foi negociada com os sindicatos e que retira inúmeros direitos conquistados pela categoria nos últimos anos, a FUP e a FNP se recusaram a participar das reuniões com a empresa previstas para essa semana e convocaram assembleias com o indicativo de rejeição da proposta

As duas entidades entregaram a pauta de reivindicações da categoria à empresa no dia 15 de maio. A antecipação foi necessária entendendo o período de ataques que a categoria petroleira está passando, especialmente após o anúncio da privatização do refino, a tentativa de cortar as contribuições dos trabalhadores aos sindicatos e os diversos descumprimentos de acordo por parte da Petrobrás.

Veja a proposta da Petrobrás na íntegra:

Leia também:
 

Leia também:

Sindipetro/MG convoca assembleias para rejeição da proposta da Petrobrás
– Petrobrás apresenta proposta de ACT que reforça venda da empresa
– Petroleiros de MG endossam indicativo da FUP sobre renovação do ACT
– FUP entrega pedido de renovação do ACT