Sindicatos conquistam suspensão da cobrança extraordinária da AMS Sindicatos conquistam suspensão da cobrança extraordinária da AMS

Diversos, Notícias, Tribuna Livre, Novidades | 18 de junho de 2019

Após várias denúncias dos sindicatos e liminares da Justiça, a Petrobrás suspendeu na última terça-feira (18) a cobrança extraordinária referente ao custeio da AMS a partir do mês de julho. Essa cobrança foi implantada pela Petrobrás em maio desde a título de equalização do custeio 70 x 30 e se estenderia até setembro. No entanto, a medida não foi discutida com a categoria.

Dessa forma, os sindicatos iniciaram uma série de denúncias pois a medida adotada pela Petrobrás descumpre o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) dos petroleiros – que prevê que qualquer alteração no custeio do plano seja discutida na Comissão de SMS.

Além disso, sindicatos de Minas e da Bahia conseguiram liminares na Justiça suspendendo as cobranças justamente porque estas foram implantadas sem prévia discussão na Comissão.

Leia também:

FUP tem nova reunião com a Petrobrás nesta terça para tratar da AMS
Petrobrás mantém cobrança extraordinária da AMS
– FUP e FNP participam de reunião com Petrobrás sobre Acordo Coletivo
– Sindipetro Bahia conquista liminar que suspende cobrança extra da AMS
– AMS é mais um caso de descumprimento de ACT
– Sindipetro/MG obtém liminar contra cobrança extra da AMS