Minas aprova proposta do TST para Acordo Coletivo Minas aprova proposta do TST para Acordo Coletivo

Diversos, Notícias, De que lado você está?, Tribuna Livre | 4 de novembro de 2019

Após quase seis meses de negociação, petroleiros de Minas aprovaram com 59% a proposta do Tribunal Superior do Trabalho (TST) para o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), conforme indicativo do Sindipetro/MG. As últimas assembleias foram realizadas na manhã desta segunda-feira (4) na Usina Termelétrica de Juiz de Fora e na Usina de Biodiesel Darcy Ribeiro, em Montes Claros.

A votação também decidiu pela suspensão da greve – realizada entre os dias 26 de outubro e 1° de novembro na Refinaria Gabriel Passos (Regap) e da Termelétrica de Ibirité.

Os acordos das unidades da Petrobrás e da Petrobrás Biocombustível em Minas Gerais foram assinados nesta segunda-feira (4) – após as últimas assembleias. Já nesta terça (5) e quarta-feira (6) os sindicatos filiados à Federação Única dos Petroleiros (FUP) estarão reunidos no Rio de Janeiro para traçar estratégias para a luta contra a privatização da estatal.

Leia mais: