GT assina termo de compromisso de Novo PED nos planos da PETROS GT assina termo de compromisso de Novo PED nos planos da PETROS

Diversos, Notícias, Tribuna Livre | 22 de fevereiro de 2020

O Grupo de Trabalho assinou na manhã de hoje, na sede da Petros no Rio de Janeiro, o Termo de Compromisso que viabiliza um novo Plano de Equacionamento do Déficit dos Planos PETROS dos pós 70.

A proposta foi elaborada pelo GT PETROS com o objetivo de reduzir o impacto financeiro das contribuições extraordinárias no orçamento mensal de grande parte dos participantes e assistidos e oferecer sustentabilidade ao PPSP-R e ao PPSP-NR, ambos dos pós-70.

O novo PED abrange os déficits de 2015 e 2018, além de incorporar o resultado de 2019.

O Conselho Deliberativo da Petros, aprovou no dia 20, por unanimidade, o Novo PED proposto pelo Grupo de Trabalho e aprovado pelos participantes e assistidos dos dois planos.

O GT teve muito trabalho para se chegar a este resultado. O Novo PED foi construído com base na proposta apresentada pelo GT PETROS e negociado entre as patrocinadoras e as entidades sindicais representativas dos participantes e assistidos, durante diversas rodadas de encontros presenciais.

Ao final, o novo modelo foi aprovado em todas as assembleias das entidades sindicais.

O Novo PED segue agora os trâmites de aprovação nas instâncias de governança das empresas patrocinadoras, a Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST) que supervisiona as empresas estatais e o órgão supervisor da Previdência Complementar, a Previc.

A previsão de implantação do novo equacionamento é 25/04/2020.

Confira as taxas das novas contribuições extraordinárias, que substituirão as taxas cobradas no atual equacionamento, conhecido como o PED assassino. Elas ficarão bem menores:

PPSP-R pos 70:

Ativos: 10,56%
Assistidos: 12,05%

PPSP-NR pos-70:

Ativos: 12,00%
Assistidos: 13,59%

Federação Única dos Petroleiros

GT assina termo de compromisso de Novo PED nos planos da PETROS