Sindipetro/MG cobra segurança nas paradas e vacinação contra gripe Sindipetro/MG cobra segurança nas paradas e vacinação contra gripe

Diversos, Notícias, Tribuna Livre | 2 de abril de 2020

O Sindicato dos Petroleiros de Minas Gerais (Sindipetro/MG) enviou, na quarta-feira (1°), novo ofício para a gerência da Regap solicitando a antecipação da campanha de vacinação contra a gripe (influenza), oferecida anualmente pela companhia.

Embora a vacina não apresente eficácia contra o coronavirus, é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem a gripe na triagem, acelerando o diagnóstico da Covid-19, assim como fez o Ministério da Saúde.

O documento também pede esclarecimentos sobre o planejamento da produção da refinaria o próximo período, uma vez que a entidade tomou conhecimento da redução da produção via categoria.

Em reunião realizada entre a diretoria do Sindipetro e a gerência da Refinaria, na segunda-feira (30), o Sindicato questionou a gestão da empresa sobre o planejamento de produção para o próximo período, diante da previsão de aumento de casos do Covid-19 em Minas e no Brasil. A empresa respondeu que não havia previsão de parada de unidades e se comprometeu a dialogar com o Sindicato.  Dois dias depois, a refinaria iniciou o processo de redução sem comunicar ao Sindipetro/MG.

Segurança e Saúde

O Sindicato voltou a cobrar da empresa respostas para as demandas e ofícios que estão sendo enviados desde o início da crise, com o objetivo de garantira a segurança, a saúde e os empregos dos petroleiros. Além de reforçar esse pedido, a entidade também solicitou uma série de medidas para garantir segurança e saúde dos trabalhadores envolvidos em paradas de unidades:

  • Garantia de um número mínimo de trabalhadores na parada para evitar a sobrecarga dos técnicos de operação, especialmente porque muitos estão submetidos a jornadas extenuantes de 12 horas;
  • Garantia de distância segura entre os trabalhadores da parada, considerando as orientações do Ministério da Saúde e as características deste ambiente de trabalho;
  • Garantia do uso de máscaras de proteção respiratória para todos os trabalhadores na área da parada durante a purga dos equipamentos ou quando indicado seu uso através de (RAS), considerando que muitas pessoas contaminadas pelo coronavirus são assintomáticas;
  • Garantia da reposição de máscaras respiratórias e de filtros tipo ABEK, higienizados e desinfetados;
  • Adoção de medidas para diminuir a intensidade e a duração do contato pessoal entre trabalhadores e entre esses e o público externo;
  • Priorização de medidas para distribuir a força de trabalho ao longo do dia, evitando concentrá-la em um só turno;
  • Garantia da limpeza dos locais de trabalho e áreas comuns no intervalo entre turnos ou sempre que houver a designação de um trabalhador para ocupar o posto de trabalho de outro;
  • Reforço da limpeza de sanitários e vestiários;
  • Disponibilização de álcool em gel ou 70% para uso coletivo, em quantidade suficiente, nas casinhas dos operadores durante duração do processo da parada da unidade.

Acesse o ofício: Ofício 024-2020 – Covid-19 – REGAP – 01.04.2020 (1)

 

Sindipetro/MG cobra segurança nas paradas e vacinação contra gripe