DIA DE LUTA CONTRA AS PERSEGUIÇÕES POLÍTICAS E CONTRA AS PRIVATIZAÇÕES OCORRE NESTA QUARTA DIA DE LUTA CONTRA AS PERSEGUIÇÕES POLÍTICAS E CONTRA AS PRIVATIZAÇÕES OCORRE NESTA QUARTA

Diversos, Notícias, Tribuna Livre | 10 de novembro de 2020

Nesta quarta-feira, 11, a categoria petroleira organizada dá resposta coletiva à série de perseguições políticas realizadas pela gestão da Petrobrás. Petroleiros e petroleiras de todo o Brasil organizam uma mobilização nacional contra as perseguições e as privatizações.

O dia será marcado por atos e atrasos nas bases operacionais. Na Regap, o ato acontece às 7h da manhã na porta da refinaria. O coordenador Alexandre Finamori ressalta que a manifestação é uma importante sinalização para a gerência da empresa.

“É inadmissível que cipistas, diretores sindicais e grevistas sejam perseguidos por discordarem do projeto de desmonte que está sendo realizado em nossa empresa. Se a gestão ataca individualmente, nossa resposta será, como sempre, coletiva”, afirma o coordenador.

Em menos de 20 dias, só em Minas Gerais, a empresa puniu quatro trabalhadores da Regap, vítimas de perseguição política.

A FUP está denunciando as práticas antissindicais que ocorreram em Minas e em outros estados ao Ministério Público do Trabalho e também à Organização Internacional do Trabalho. O Sindipetro/MG está garantindo a reposição salarial dos diretores injustamente punidos, assim como tem tomado as devidas iniciativas jurídicas para a reversão das punições.

>> Ato contra as punições e as privatizações no Sistema Petrobrás:
– Local: Portaria da Regap
– Data: 11/11
– Horário: 07h