Sob pressão, Petrobrás propõe reunião de negociação sobre efetivo na Regap Sob pressão, Petrobrás propõe reunião de negociação sobre efetivo na Regap

Diversos, Notícias, Tribuna Livre | 5 de março de 2021

Nesta sexta-feira, 05 de março, o Sindipetro/MG recebeu da Gerência de Negociação Sindical proposta de agendamento de reunião para tratar sobre o efetivo de pessoal da Regap. A diretoria do sindicato irá se reunir nos próximos dias para avaliar a proposta e responder ao ofício enviado pela gestão da Petrobrás.

A proposta de reunião enviada ao Sindicato reafirma o compromisso assumido pela gestão local com a abertura de negociação sobre a pauta de reivindicações da categoria, diante da aprovação do movimento grevista em Minas Gerais. A mobilização e votação da categoria pela greve na última semana foi fundamental para demonstrar a força dos trabalhadores e sem ela não teria sido possível abrir a discussão nas condições que se tem hoje.

No entanto, o efetivo da Regap é parte de apenas um dos pontos da pauta de reivindicações aprovada pelas petroleiras e petroleiros, em sua maioria ainda não tratados pela empresa. 

Nos próximos dias, a diretoria do Sindicato irá dialogar com a categoria sobre quais medidas serão tomadas para garantir que os pleitos da base sejam atendidos ao longo de todo o processo de negociação. 

Mobilizações contra as privatizações e a política de preços de Bolsonaro

Nesta quinta-feira (4), a diretoria do Sindipetro/MG, em conjunto com a CUT Minas e outros sindicatos, organizou a campanha “Combustível a Preço Justo”, com a venda subsidiada de combustíveis a preços justos para motoristas de aplicativos. Atividades semelhantes foram realizadas em diversas bases da FUP em todo o país, com a distribuição de cerca de 22 mil litros de gasolina, 10 mil litros de óleo diesel e 450 botijões de gás a preços justos.

Ações como essas têm a potencialidade de dialogar com a sociedade e demonstrar que a defesa da Petrobrás e dos direitos de seus trabalhadores é uma pauta de todos os brasileiros. Além de fazer o debate direto com os 400 motoristas e motociclistas que foram beneficiados, a ampla repercussão em grandes veículos de comunicação de massa reafirmaram a importância da unidade dos trabalhadores na luta contra o PPI (Preço de Paridade Internacional) e contra a privatização.

Abaixo, leia o ofício enviado pela empresa:

Carta RH-RS-NS 0084-2021 РAgendamento de Reunịo