Sindicato leva denúncias da categoria à reunião de SMS da Regap Sindicato leva denúncias da categoria à reunião de SMS da Regap

Diversos, Notícias, Tribuna Livre | 11 de fevereiro de 2022

O espaço é uma oportunidade de diálogo entre a gerência da refinaria e o sindicato, buscando a solução de problemas denunciados pela categoria petroleira durante os dois últimos meses


por Sindipetro/MG

 

Na quarta-feira (9), o Sindipetro/MG esteve presente na reunião do comitê local de SMS da Refinaria Gabriel Passos (Regap). A reunião é prevista pelo Acordo Coletivo (ACT) da categoria petroleira e tem ocorrência bimestral. O espaço é uma oportunidade de diálogo entre a gerência da refinaria e o sindicato, buscando a solução de problemas denunciados pela categoria petroleira durante os dois últimos meses.

Confira abaixo as discussões pautadas pelo Sindipetro/MG:

 

Privatização da SMS 

No decorrer da reunião, o Sindipetro/MG voltou a questionar os riscos e os prejuízos causados pela terceirização da Segurança, Meio Ambiente e Saúde (SMS). Preocupados com a segurança da categoria petroleira, os representantes sindicais requisitaram que a gerência da refinaria apresentasse uma atualização dos processos de terceirizações em andamento. O gerente de SMS informou que já estão tratando com uma empresa que está dentro do parâmetro do contrato, ainda existem algumas pendências e assim que resolvido a REGAP irá efetivar o contrato. Este contrato irá substituir dois contratos existentes na SMS 

 

Prevenção contra o coronavírus

O sindicato também retomou a cobrança pela ampliação das medidas de proteção contra o coronavírus. A cobrança já foi o tema de diversos ofícios enviados pelo sindicato à gerência da refinaria, porém a Petrobrás continua insistindo em tratar o assunto em espaço nacional, durante a reunião de Estrutura Organizacional de Respostas (EOR), que não é um espaço compatível com o debate de questões locais. Após reiteradas cobranças por parte do Sindipetro/MG, a REGAP concordou em tratar alguns pontos relacionados ao coronavirus na reunião de SMS. Mais uma vez foi cobrado o fim das baldeações dos ônibus durante a troca de turno e a limpeza dos espaços de trabalho compartilhados. O sindicato também requer o cumprimento do protocolo de prevenção contra o coronavírus, entre eles o retorno da testagem em massa e o isolamento dos trabalhadores que estiveram em contato com pessoas infectadas.

 

Sobrecarga dos motoristas

O Sindipetro/MG, novamente, cobrou ações da Regap sobre as denúncias de que os motoristas dos ônibus de turno têm sofrido com uma sobrecarga de trabalho. A gerência da refinaria respondeu que irá tomar ações junto ao setor de transporte para conferir a jornada destes motoristas e as demais condições de cumprimento do contrato com a empresa externa.

 

Desmonte da AMS

A categoria petroleira residente na Região Metropolitana de Belo Horizonte está sem acesso a hospitais psiquiátricos 24h. O problema surgiu após a Assistência Multidisciplinar de Saúde (AMS) excluir da rede de atendimento os hospitais André Luiz e o Santa Maria. A situação mostra como o desmonte da AMS vem, cada vez mais forte, atacando a categoria petroleira. O retorno dos hospitais é urgente pois, como verificado nas reuniões locais de SMS, o número de afastamentos por doenças mentais dentro da Petrobrás tem sido cada vez maior. 

Representantes do setor de saúde, que participavam da reunião, informaram que estão cobrando soluções junto a AMS e mapeando outros hospitais para credenciamento.

 

Cadeiras da CIC

Após denúncia na reunião de SMS anterior, houve manutenções nas cadeiras da CIC. Um processo de compra de novas cadeiras que cumpram especificações específicas para monitoramento  foi aberto e o Sindipetro continuará cobrando celeridade do processo.

 

Continue denunciando!

As reuniões de SMS são espaços importantes para discutirmos as condições de trabalho da categoria petroleira. Contribua denunciando! Caso você tenha alguma pauta ou questão, procure diretamente algum diretor, ou escreva para os canais do sindicato. Email: diretoria@sindipetromg.org.br