Sindipetro\MG se solidariza com trabalhadores da Educação de BH e repudia violência Sindipetro\MG se solidariza com trabalhadores da Educação de BH e repudia violência

Diversos, Notícias, Tribuna Livre | 31 de março de 2022

A diretoria do Sindipetro\MG se solidariza com os trabalhadores da Educação da rede municipal de Belo Horizonte e repudia a violência da guarda municipal contra grevistas, durante manifestação pacífica na porta da PBH, em 25/03.


A tropa de choque da guarda municipal empurrou os manifestantes com escudos e usou cacetetes, tiros de bala de borracha e bombas de gás lacrimogêneo. O professor Wanderson Rocha foi atingido na cabeça por um cacetete e desmaiou. Outros seis professores também sofreram agressões.

A truculência da guarda municipal é inaceitável. O Sind-Rede divulga em seu site os vídeos da ação, que estão sendo investigados.

https://sindrede.org.br/confira-todos-os-videos-da-acao-truculenta-da-guarda-municipal/

Categoria continua em greve

Em assembleia, os trabalhadores em Educação de BH, representados pelo Sind-Rede, decidiram pela continuidade da greve. Além das pautas reivindicadas, categoria exige o afastamento da secretária municipal de educação, Ângela Dalben.

A categoria realiza nova assembleia no dia 1º de abril (sexta-feira) para definir os rumos do movimento.