Sindicato articula resistência contra a venda da Regap no Congresso Sindicato articula resistência contra a venda da Regap no Congresso

Diversos, Notícias, Tribuna Livre | 15 de junho de 2022

Rogério Correia expressa preocupação com a saída da Petrobrás de Minas Gerais e os impactos da venda da Regap para cidades como Betim e para o estado como um todo


por Sindipetro/MG

O deputado federal por Minas Gerais, Rogério Correia (PT), protocolou requerimento que solicita à Câmara dos Deputados a realização de Audiência Pública na Comissão de Legislação Participativa para discutir a ameaça de privatização da Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Betim. O deputado também solicitou explicações quanto à presença ostensiva do Exército Brasileiro no interior da refinaria, nos dias 7 e 8 de junho.

Na sexta-feira (10), o deputado federal Rogério Correia (PT-MG) esteve reunido com a diretoria do Sindipetro/MG. Na oportunidade, o sindicato denunciou o processo de venda iminente da Regap e a grave situação de presença de militares fortemente armados na refinaria. O deputado, que é membro da Frente Parlamentar Mista em defesa da Petrobrás no Congresso Nacional, também se comprometeu a ajudar na articulação com o poder público e órgãos fiscalizadores.

Em requerimento protocolado no dia 14 de junho (terça-feira), na Câmara dos Deputados, Rogério Correia expressa preocupação com a saída da Petrobrás de Minas Gerais e os impactos da venda da Regap para cidades como Betim e para o estado como um todo.

“A inclusão da Regap no plano de desinvestimento e privatizações do atual governo está na contramão da construção de um projeto soberano de desenvolvimento econômico e social. A consequência imediata mais provável será a criação de um monopólio privado regional com prática de preços abusivos”, destaca o parlamentar na justificativa do documento.

 Informações sobre data e local da audiência pública serão repassadas à categoria petroleira tão logo seja marcada. O Sindipetro/MG segue mobilizando a sua base, assim como os movimentos sindicais e sociais parceiros.