Acidentes na Regap: mais um Acidentes na Regap: mais um

Diversos, Notícias | 7 de agosto de 2013

Dois trabalhadores terceirizados da empresa Comau se acidentaram na manhã dessa terça-feira, dia 6, devido ao tombamento de um carrinho manual que transportava o estator do motor da bomba 28-MP05E pesando aproximadamente 270 kg. Os trabalhadores foram socorridos no posto médico da Regap e encaminhados para exames mais detalhados no hospital Biocor, em Nova Lima. Ambos tiveram ferimentos nas pernas, mas nos primeiros socorros não foram diagnosticadas fraturas. Até o fechamento desta edição, não tínhamos os resultados dos exames médicos.

O carrinho manual utilizado, não é o meio de transporte mais adequado para esse tipo de tarefa por causa do peso e tamanho. Ao invés dele, o correto seria a utilização de um meio motorizado conhecido por gruvinha, já existente no setor de mecânica e que normalmente é utilizado. A refinaria tem que colocar mão de obra própria para executar os serviços na manutenção.

O Sindipetro/MG e a FUP vêm denunciando há muito tempo o descaso da administração com os trabalhadores das empreiteiras. Eles são os que morrem, acidentam e ficam mutilados por causa da superexploração a que estão condenados. Em última instância, a administração da Petrobrás/Regap são as responsáveis por todos os acidentes que ocorrem na refinaria. É uma situação inaceitável para uma empresa que é a maior do Brasil e pertence ao povo brasileiro. A nossa luta continua contra a terceirização e a carnificina a que estão condenados os trabalhadores das empreiteiras.

Sindipetro/MG

Acidentes na Regap: mais um