Acidentes na Regap não param! Acidentes na Regap não param!

Diversos, Notícias | 12 de setembro de 2013

Vazamento de gasolina no TE
Há pouco mais um mês, denunciamos o vazamento de gasolina no TE, durante um procedimento de venda. O episódio voltou a se repetir na mesma linha poucos metros adiante e com as mesmas características. Ou seja, a poucos centímetros do furo, a espessura do tubo está dentro dos valores nominais. A mesma solução foi aplicada a esse segundo furo, porém, não podemos admitir, que a cada novo furo, essa solução seja utilizada. É necessário um estudo mais aprofundado seguido de uma solução definitiva e de longa duração.

A gerência, ao ser questionada quanto a uma solução definitiva, nos informou que a tubulação está sendo mapeada para determinar os pontos vulneráveis, uma vez que o acúmulo de água nos pontos inferiores parece ser a causa dos furos. Feito o mapeamento, intervenções serão realizadas a fim de substituir os trechos comprometidos. Outra medida para evitar este acúmulo de água seria a realização de rotinas para recircular o produto durante os períodos em que não haja venda.

O Sindipetro/MG está acompanhando o caso e espera uma solução que garanta a segurança dos trabalhadores.

Mais um trabalhador é vítima da insegurança
Na manhã dessa terça-feira, 10, cerca de 400 litros de ácido sulfúrico vazaram de um contêiner próximo a unidade de refrigeração 223 do coque. A quantidade de ácido rompeu um dique de contenção chegando até a rua da unidade. Infelizmente, um trabalhador se acidentou, tendo queimaduras de primeiro e segundo graus nas mãos, braços e pernas. Ele recebeu os primeiros socorros no posto médico da Regap. A área foi imediatamente isolada e a equipe de SMS atuou utilizando cal para neutralizar a ação do ácido. O Sindipetro/MG participará da comissão que vai investigar as causas do acidente.

Acidentes na Regap não param!