Redução de manutenções pode ter provocado acidente na Regap Redução de manutenções pode ter provocado acidente na Regap

Diversos, Notícias, De que lado você está?, Tribuna Livre | 16 de agosto de 2017

regap-petrobras_destaque-siteUm vazamento de diesel contaminado provocou uma parada de emergência na unidade de hidrotratamento U-110, na Regap, em Betim (MG). O acidente aconteceu no início da tarde de terça-feira (15) e foi preciso evacuar a área. No entanto, não houve incêndio nem registro de vítimas.

O coordenador do Sindipetro/MG, Anselmo Braga, esteve na unidade na terça e nesta quarta-feira (16) e conversou com alguns operadores que relataram que houve o rompimento da linha de diesel da saída do reator, depois do trocador E-03.

Ainda conforme relatos, o furo que causou o vazamento tem aproximadamente 12 cm, o que indica corrosão severa na linha, provavelmente, por falta de manutenção. Além disso, o dano ocorreu após a curva da linha, trecho onde não é realizada inspeção.

A unidade ainda está sendo drenada e, por isso, não é possível saber a dimensão do dano na linha. As causas do acidente ainda serão apuradas e o Sindipetro/MG está acompanhando o caso e, inclusive. já participou da reunião da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) realizada na refinaria nesta quarta-feira.

No entanto, o Sindicato alerta que a Petrobrás tem reduzido o número de manutenções e o tempo e o serviço realizado nas paradas de manutenção das unidades. Além disso, a U-110 é uma das mais antigas da refinaria e o acidente pode estar associado ao desgaste da linha.

Outro fator que também tem elevado consideravelmente os riscos de acidente em todas as refinarias do País é a falta de efetivo. No caso da Regap, a redução de pessoal tem sido provocada principalmente pela saída de trabalhadores no PIDV irresponsável da Petrobrás. Operadores experientes estão saindo ou se aposentando e empregados de outras refinarias estão sendo transferidos para Minas para operar as unidades sem o devido treinamento.

Além disso, a Regap tem operado com excesso de dobras e horas extras, o que também aumenta o risco de acidentes e pode prejudicar a efetividade da contenção de danos em caso de emergências.

Redução de manutenções pode ter provocado acidente na Regap