Petroleiros ocupam Salvador neste 2 de julho, em defesa da soberania nacional Petroleiros ocupam Salvador neste 2 de julho, em defesa da soberania nacional

Diversos, Notícias, Tribuna Livre | 3 de julho de 2018

02-07-ba-fupO centro histórico de Salvador amanheceu coberto por faixas em defesa da soberania nacional e bandeiras laranjas, da cor do uniforme dos petroleiros, nesta segunda-feira (2), que marca a Independência da Bahia. O tradicional desfile cívico teve início por volta de 7h, no bairro da Lapinha, de onde os participantes caminharam em direção ao Campo Grande. Com o tema “Luta Pela Paz”, a celebração deste ano foi ainda mais emocionante por conta do jogo da seleção brasileira.

Como nos anos anteriores, os petroleiros participaram deste importante movimento cívico, que também é tradicionalmente marcado por protestos em defesa da democracia e dos direitos sociais. Organizada pelo Sindipetro Bahia, a mobilização contou com a participação da FUP e de seus sindicatos, que estão em Salvador para atos em defesa do Sistema Petrobrás. O desfile deu visibilidade à luta da categoria contra a privatização dos ativos da empresa e pela redução dos preços dos combustíveis.

A história do sindicato dos petroleiros na Bahia se confunde com a própria história da luta pelo descobrimento e produção de petróleo no Brasil. Foi neste estado que teve início a exploração de petróleo no país, ainda na época do Império, quando o Marquês de Olinda cedeu o direito a José Barros de Pimentel de realizar a extração de betume, às margens do Rio Marau.

É na Bahia, portanto, que a FUP inicia as mobilizações de julho, contra a entrega das refinarias, dutos, terminais, fábricas de fertilizantes e demais ativos do Sistema Petrobrás, que estão em processo de venda. Ao longo do mês de julho, os petroleiros terão atividades semanais contra a privatização da empresa. Veja agenda abaixo.

* 02 de julho – manifestação em Salvador e reunião da FUP
* 03 de julho – ato na Rlam (BA) e reunião da FUP
* 12 de julho – ato na Refap (RS)
* 17 de julho – ato na Repar (PR)
* 18 de julho – Conselho Deliberativo da FUP (PR)
* 26 de julho – ato na Refinaria Abreu e Lima (PE)

Independência e soberania

Duas histórias de lutas. Dois movimentos que buscaram a independência de suas classes. Duas lutas em busca da soberania de uma bandeira carregada de orgulho.

O Sindipetro Bahia resgata a importância da data:

“A comemoração do dia 2 de julho é uma celebração às tropas do Exército e da Marinha Brasileira que em 1823, através de muitas lutas, conseguiram a separação definitiva do Brasil do domínio de Portugal. Neste dia, as tropas brasileiras entraram na cidade de Salvador, que era ocupada pelo exército português, tomando a cidade de volta e consolidando a vitória.

Esta é uma data cívica importante para a Bahia e também será uma data marcante para a categoria petroleira, que vive momentos de resistência contra o desmonte da Petrobrás e luta contra a privatização da companhia e a venda de ativos e polos de extrema importância para a economia e o desenvolvimento do Brasil.

Diante de todo o histórico de conquistas, de trabalho árduo do povo baiano e brasileiro, a diretoria do Sindipetro-BA reafirma o compromisso de lutar pela soberania nacional e fará um grande ato no desfile. Todos unidos em prol do Brasil e em defesa da Petrobrás, feita por cada brasileiro”.

Fonte: FUP

Petroleiros ocupam Salvador neste 2 de julho, em defesa da soberania nacional