Sem ilusões com a Justiça Sem ilusões com a Justiça

Opinião | 13 de julho de 2018

moro-segue-o-jogoNo último domingo (8), assistimos a mais um lance bizarro dessa pelada chamada Brasil. Nesse barraco jurídico envolvendo o aceite do pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do ex-presidente Lula, assistimos a mais um show de horrores do nosso Judiciário: juiz despachando de férias, desembargador peitando desembargador, polícia cozinhando alvará.

Por mais que tenha sido possível – pela milésima vez – expor as contradições dessa tal de Justiça, o golpe venceu mais uma vez. Não importa se venceu com gol de mão, com juiz comprado, com “mala preta” – essa turma não tem pudor nenhum em “jogar feio”.

Para manter nosso melhor jogador fora do jogo, vale tudo. O nosso aprendizado, portanto, deve seguir sendo o mesmo: não dá pra contar com o juiz, temos que nos mobilizar e entrar em campo para vencer esse jogo!

Da mesma forma, eventuais vitórias judiciais, como no caso da suspensão das privatizações pelo Supremo Tribunal Federal (STF), não podem nos iludir. Foi somente pela nossa capacidade de mobilização que conseguimos avançar no campo das batalhas jurídicas.
Será também somente pela luta que conseguiremos retomar um projeto popular e democrático em nosso País.

Sem ilusões com a Justiça