RETROSPECTIVA 2020: Sindipetro cobra da gerência enfrentamento à pandemia e proteção aos trabalhadores RETROSPECTIVA 2020: Sindipetro cobra da gerência enfrentamento à pandemia e proteção aos trabalhadores

Diversos, Notícias, Tribuna Livre | 23 de dezembro de 2020

Desde o início das contaminações em massa pelo coronavirus, o Sindipetro/MG cobra firmemente da gerência local da Petrobrás  transparência em relação ao número de contaminados e que sejam tomadas medidas para proteger os trabalhadores(as).

No entanto, durante todo o ano, a gerência seguiu a mesma linha da gestão nacional e do Governo Bolsonaro: omitiu números e tratou a pandemia com negligência.

Como resultado, os casos positivos para coronavírus aumentaram na Petrobrás e no país todo. Aliás, atualmente existe uma expectativa geral de que a situação piore em janeiro de 2021.

Dentre as medidas tomadas pelo Sindicato para garantir atendimento às normas de segurança e proteger petroleiros e petroleiras, o Sindipetro entrou com ações no Ministério Público do Trabalho e no Tribunal Regional do Trabalho.

Como resultado da pressão da categoria, a Regap passou a adotar testes rápidos para detectar contaminação já em maio. A medida foi tomada após seguidas denúncias do Sindipetro/MG e da FUP sobre a negligência da gestão Castello Branco em relação à prevenção ao vírus.

Solidariedade

Outra importante medida, foi a criação da campanha “Petroleiros Pela Vida” para prestar solidariedade à população mais pobre que tanto sofre com a pandemia e a crise econômica.

Na primeira fase, de 20 de abril a 20 de maio, foram arrecadados mais de R$ 21 mil, ultrapassando a meta de R$ 18 mil. Na segunda fase, iniciada em 12 de junho, foram arrecadados R$ 9.575,00. Todo o montante arrecadado foi convertido em materiais para confecção de máscaras, alimentos, materiais de limpeza e vale gás de cozinha. 

As entregas foram feitas em parceria com a Associação de Moradores do Cabana, Associação de Moradores do Bairro Jardim das Rosas, Movimento de Trabalhadoras e Trabalhadores por Direitos (MTD) e Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB).

As comunidades beneficiadas foram:

– Ocupação Pátria Livre, na Pedreira Prado Lopes, em Belo Horizonte

– Ocupação Eliane Silva, no Barreiro, em Belo Horizonte;

– Pedreira Prado Lopes, em Belo Horizonte;

– Cabana, em Belo Horizonte;

– Cascata, em Ibirité;

– Jardim das Rosas, em Ibirité.

Nossa campanha mostrou quão poderosa é a solidariedade entre a classe trabalhadora. O sucesso nas doações evidenciaram nossa capacidade enquanto categoria de trabalhar em prol dos setores mais vulnerabilizados com o descaso e ineficácia dos governos Zema e Bolsonaro.

Abaixo, leia a retrospectiva 2020 que preparamos para você:

Editorial: 2020 une a categoria

Resumo de 2020: lucro acima da vida

Comitê Mineiro em Defesa do Sistema Petrobras une diferentes setores contra a privatização

“Petrobrás Fica em Minas” conscientiza população sobre prejuízos com a venda da empresa

Greve mostra força da categoria

Unir a classe para derrotar o governo

Principais ações do Secretaria Jurídica do Sindipetro/MG em 2020