Dois anos do crime da Vale em Brumadinho Dois anos do crime da Vale em Brumadinho

Diversos, Notícias, Tribuna Livre | 27 de janeiro de 2021

Tragédia é resultado da privatização

Barragem Brumadinho

Foto: Mauro Pimentel/AFP

Na segunda-feira (25), o rompimento da barragem em Brumadinho fez dois anos. E até hoje o cenário na Bacia do Paraopeba é de descaso, abandono e negligência. 

As famílias não receberam indenização e seguem tendo seus direitos desrespeitados.

A tragédia mostra os riscos que as privatizações causam, como avalia Pablo Dias, da coordenação do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB).

“A privatização  colocou o interesse da empresa a serviço do lucro e da exportação de capital para acionistas.Isso ocasionou o rompimento das barragens”, afirma Pablo.

O dirigente diz ainda que a privatização da Petrobrás pode resultar no mesmo tipo de tragédia. Pois a empresa passaria a focar somente no lucro, deixando de lado  trabalhadores e a responsabilidade com o meio ambiente e o Brasil.

Desde o início deste governo, o Sindipetro/MG denuncia que o projeto de privatização da atual gestão da Petrobras está reduzindo a manutenção da refinaria, diminuindo o número de trabalhadores e sucateando a planta. 

Tudo isso está levando a refinaria para um cenário igual ao que levou ao crime da Vale em Brumadinho.