Plenária define ações na semana e no Dia Nacional de Mobilizações e Paralisações Plenária define ações na semana e no Dia Nacional de Mobilizações e Paralisações

Diversos, Notícias | 26 de agosto de 2013

Em Plenária realizada nesta sexta-feira (23) na sede da Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais (CUT/MG), em Belo Horizonte, sindicatos, federações e movimentos sociais aprovaram e se comprometeram com atuações na próxima semana e com uma grande manifestação em 30 de agosto, Dia Nacional de Mobilização e Paralisação. Além das atividades específicas das entidades, todos estarão no ato da próxima terça-feira, dia 27, às 9 horas, em frente ao prédio da Justiça Federal. No dia, começará o julgamento de três réus da Chacina de Unaí. No dia 29, será feita panfletagem no início da manhã numa estação do Metrô para informar à população porque a classe trabalhadora e seus representantes são contra o Projeto de Lei 4.330/2004, que permite a ampliação em limites da terceirização. Às 19 horas, a CUT receberá homenagem pelos 30 anos no plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e conta com a presença de todos e de ex-presidentes da Central. No dia 30, além das paralisações e manifestações, será realizado um grande ato às 16 horas, no Centro de Belo Horizonte.

CUT/MG e sindicatos ainda aprovaram construir uma articulação nacional pela retirada da CUT da comissão quadripartite que negocia com empresários e deputados o PL 4.330/2004, por entender que a continuidade no processo só vai comprometer negativamente a Central com um projeto cujo texto tende a ser mantido, justamente na ampliação da terceirização. Antes, os negociadores da comissão serão convidados para vir a Belo Horizonte debater o assunto com a base CUTista em Minas Gerais.

A Plenária também definiu que a Central vai disponibilizar transporte para a caravana que vai a Brasília pressionar a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC), que pode votar o PL 4.330/2004 no dia 3 de setembro.

Os servidores e servidoras da saúde do Estado, que se reúnem em assembleia às 10 horas do dia 28 na Cidade Administrativa, podem participar do Dia Nacional de Mobilizações e Paralisações em greve, segundo o coordenador do Sind-Saúde/MG Renato Barros. Eles lutam pelo cumprimento, pelo governo de Minas Gerais, do acordo feito na campanha salarial de 2012.

 AGENDA

Terça-feira, dia 27, às 9 horas, em frente ao prédio da Justiça Federal – Julgamento de três réus da Chacina de Unaí;

Quinta-feira, dia 29, panfletagem no início da manhã numa estação do Metrô para informar à população porque a classe trabalhadora e seus representantes são contra o Projeto de Lei 4.330/2004. Às 19 horas, a CUT receberá homenagem pelos 30 anos no plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e conta com a presença de todos e de ex-presidentes da Central;

Sexta-feira, dia 30, além das paralisações e manifestações, será realizado um grande ato às 16 horas, no Centro de Belo Horizonte.

 

Plenária define ações na semana e no Dia Nacional de Mobilizações e Paralisações