Petroleiros de MG participam em massa do Dia Nacional de Paralisações Petroleiros de MG participam em massa do Dia Nacional de Paralisações

Diversos, Notícias | 16 de abril de 2015

O Dia Nacional de Paralisações, convocado pela CUT e demais centrais sindicais contra o PL da Terceirização surtiu efeito. Sob pressão vinda das ruas e das redes sociais, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, adiou a sessão que concluiria a votação do PL 4330, prevista para acontecer na quarta-feira, 15. Uma nova tentativa será feita na próxima semana, no dia 22.
As manifestação para derrubar o projeto que põe em risco os direitos trabalhistas ganharam força nas principais capitais do Brasil. De acordo com a CUT/MG, o ato público realizado em Belo Horizonte, reuniu mais de 5 mil trabalhadores, que marcharam desde a Praça Afonso Arinos até a Praça Sete, no centro da capital.

CATEGORIA PETROLEIRA ADERE À PARALISAÇÃO POR 24H

Em repúdio ao PL 4330, os trabalhadores da Regap e Termelétrica Aureliano Chaves decidiram em assembleias paralisarem as atividades por 24h. O protesto da categoria se estendeu ao longo do dia. Na parte da manhã, foi realizado um protesto em frente à refinaria com o apoio dos metalúrgicos e outros sindicatos. À tarde, a categoria se uniu aos demais trabalhadores no ato convocado pela CUT.

SINDIPETRO/MG PARABENIZA PARTICIPAÇÃO EXPRESSIVA DOS PETROLEIROS

O Sindipetro/MG parabeniza a participação expressiva dos petroleiros e petroleiras que comparecem, uniformizados, na manifestação. Essa foi a resposta contra a terceirização que vem matando e mutilando subcontratados no Sistema Petrobrás. Desde 1995 até 2014, 344 trabalhadores morreram em acidentes de trabalho. Destes, 280 eram terceirizados e 64 próprios.
Mas a nossa luta não para por aqui. Vamos continuar unidos, demonstrando a nossa capacidade de mobilização. Juntos, a classe trabalhadora sairemos vencedores nesta batalha contra o PL da escravidão!

Petroleiros de MG participam em massa do Dia Nacional de Paralisações