Ato pela democracia reúne 20 mil em Belo Horizonte Ato pela democracia reúne 20 mil em Belo Horizonte

Diversos, Notícias | 17 de dezembro de 2015

“Vermelho, vermelhaço, vermelhusco, vermelhante e vermelhão”, foi assim, nas diversas variações do vermelho, que as ruas da capital mineira foram tomadas por 20 mil manifestantes, que sob gritos de Não Vai Ter Golpe e Fora Cunha, denunciavam a tentativa de golpe orquestrada pela direita e comparsas para impedir o mandato da presidenta, Dilma Rousseff.

A classe trabalhadora convocada pela CUT e CTB, unida aos movimentos sociais como; MST, MAB, Levante Popular da Juventude e UJS, manifestaram contra o impeachment da presidenta, pela cassação do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha e em defesa da manutenção das conquistas sociais. Ao longo do ato, foi anunciado pelo deputado estadual, Rogério Corrêa, o pedido de afastamento de Eduardo Cunha. A notícia foi comemorada pelos militantes, que atearam fogo em caixões na Praça Sete, simbolizando o fim da tentativa de retrocesso.

A passeata percorreu as principais ruas do Centro de Belo Horizonte, encerrando na Praça da Estação. As manifestações dessa quarta-feira,  16 de dezembro de 2015, entram para história por simbolizar o dia em que milhares de brasileiros e brasileiras em todo país saíram em defesa da soberania popular.

Sindipetro/MG

Ato pela democracia reúne 20 mil em Belo Horizonte