FUP questiona proposta da Petrobrás para ACT FUP questiona proposta da Petrobrás para ACT

Diversos, Notícias, De que lado você está?, Tribuna Livre | 15 de dezembro de 2017

conselhodeliberativo_12_12_17Em reunião com os sindicatos da FUP na última terça-feira (12), a Petrobrás voltou atrás na proposta inicial de acabar com a promoção por antiguidade de Pleno para Sênior nos cargos de nível médio e manteve a remuneração e o tempo de troca de turnos.

Outro ponto da nova proposta é a manutenção da remuneração da Gratificação de Férias em 100%, bem como das horas extras. Além disso, a empresa manteve o reajuste salarial
em 1,73% (INPC do período) e a validade do Acordo Coletivo de Trabalho por dois anos, com a garantia da reposição do IPCA em 2018.

Sobre a AMS, a FUP está buscando mais esclarecimentos em relação à proposta, que prevê o reequilíbrio do custeio em 70×30 e uma nova modalidade para o Benefício Farmácia.

A proposta ainda está sendo avaliada em Conselhos Deliberativos realizados nos dias 12, 13 e 14 de novembro no Rio de Janeiro. No entanto, em função de problemas na minuta entregue pela Petrobrás aos sindicatos, a FUP voltou à empresa na quinta-feira (14) para buscar esclarecimentos sobre questões da redação do texto da proposta.

A FUP também cobrou as minutas das propostas de ACT da Transpetro e da Araucária Nitrogenados, que até então não haviam sido enviados pelas subsidiárias.

O Conselho Deliberativo da FUP será retomado nesta sexta-feira (15) e os sindicatos vão analisar minuciosamente a proposta da empresa, juntamente com a assessoria jurídica da FUP. Por isso, nenhum indicativo da Federação ou de seus sindicatos foi divulgado ainda.

FUP questiona proposta da Petrobrás para ACT