Auditoria comprova má qualidade da alimentação em Minas Auditoria comprova má qualidade da alimentação em Minas

Diversos, Notícias, Tribuna Livre | 18 de maio de 2018

equipamentoUma auditoria de SMS realizada pela Petrobrás na Termelétrica Aureliano Chaves na última semana constatou irregularidades na alimentação fornecida aos trabalhadores da unidade – que é a mesma servida aos empregados da Regap.
No relatório consta que a comida não estava em temperatura adequada e que havia a presença de coliformes fecais nos alimentos.
Diante do resultado da auditoria, a empresa contratada não serviu salada nos dias 10 e 11 de maio, alegando “equipamento em manutenção”. Os trabalhadores ficaram revoltados com a Petrobrás, que foi omissa e conivente perante a atitude da empresa responsável pela alimentação.
Não é de hoje que os trabalhadores da Regap e Termelétrica tem enviado reclamações e denúncias sobre a qualidade da alimentação para o Sindicato – todas publicadas na seção Voz da Base, do jornal “O Petroleiro”.
O Sindipetro/MG exige um posicionamento da Petrobrás diante desse gravíssimo e absurdo ocorrido que, na verdade, não só coloca risco a saúde dos seus empregados como também é um insulto à categoria.

Outros casos

O Sindipetro/MG já publicou denúncias de trabalhadores que encontraram irregularidades em suas refeições, como pedaços de produtos plásticos e larvas em meio a salada servida.
Também já recebeu queixas sobre a queda na qualidade das refeições, a temperatura e a variedade de alimentos servidos nos últimos meses.

Auditoria comprova má qualidade da alimentação em Minas