Editorial – Missão: Desmascarar os 50 Tons de Temer! Editorial – Missão: Desmascarar os 50 Tons de Temer!

Opinião | 28 de setembro de 2018

50tons“50 Tons de Temer!”. Foi assim que o valoroso candidato à presidência da República, Guilherme Boulos (PSol), se referiu à maioria dos presidenciáveis presentes no primeiro debate eleitoral de 2018. Segundo Boulos, esses candidatos representariam a continuidade de um mesmo projeto, por mais que estejam pulverizados em outros partidos e que tenham feito de tudo para se afastar da imagem do atual presidente. Mas, afinal, não seria seu candidato um Temer enrustido?

Bater no Temer é muito fácil. Trata-se do presidente com maior rejeição da história do País, alçado ao poder de forma ilegítima por meio de um golpe. Além do pouco carisma e de uma galeria extensa de denúncias de corrupção, Temer encabeçou uma série de reformas nada populares e promoveu um aprofundamento da crise. Quem seria idiota de ter um cara desses como cabo eleitoral?

É justamente por isso que nossa atenção tem de ser redobrada na escolha de nossos candidatos, seja para o Executivo, seja para o Congresso Nacional. Muitos desses, que hoje renegam Temer, comemoravam sua ascensão por meio do impeachment de Dilma. Muitos desses, que hoje evitam sequer citar o nome de Michel, votaram a favor de suas reformas e apoiaram suas medidas. Muitos desses, que hoje preferem chutar esse cachorro morto, rezaram para que Temer aprovasse a Reforma da Previdência. Muitos desses, que hoje pregam a ética e a “nova política”, tiveram seus partidos negociando com o tão odiado vampiro no Palácio do Jaburu.

Michel Temer, definitivamente, não é nenhum injustiçado e merece figurar nas páginas mais deploráveis da nossa história. Entretanto, seu governo não foi um desastre por Temer ser quem ele é, mas sim por representar um projeto político bem claro: golpista, privatista e destruidor de conquistas do povo.

Além de votar em candidatos que se posicionem claramente contra esse projeto tão prejudicial ao Brasil, teremos outra importante tarefa nessas eleições: desmascarar esses milhares de tons de Temer!

Editorial – Missão: Desmascarar os 50 Tons de Temer!