Greve de contratados garante direitos Greve de contratados garante direitos

Diversos, Notícias, Tribuna Livre | 6 de outubro de 2023

Greve de 5 dias parou 3 mil trabalhadores da Paradade Manutenção


por Sindipetro/MG

 

Segundo informações do Sitramonti-MG, cerca de 3 mil trabalhadores de empreiteiras contratadas em serviço na Parada de Manutenção da Regap fizeram uma paralisação de cinco dias por mais direitos. O movimento grevista iniciou no dia 25/09 e só foi finalizado no dia 29/09, após a assembleia da categoria aceitar o acordo negociado entre o Sitramonti-MG, sindicato da categoria, e dez empresas que atuam na Parada. Diante do impasse, houve a intermediação do Superintendente Regional do Trabalho, Carlos Calazans, para construção de um acordo e abono dos dias de greve.

Segundo o presidente do Sitramonti, José Geraldo Domingues, e o secretário-geral, Vilmar de Souza e Silva, cerca de 70% dos grevistas são trabalhadores contratados por tempo determinado vindos em sua maioria de outros estados. “A insatisfação que culminou na greve cresceu porque a contratação desses trabalhadores foi sem ajuda de custo e alojamento durante os 60 dias que eles estarão em serviço na Regap”, disse Vilmar.

No acordo para o pessoal do quadro fixo das empreiteiras foi fixado o aumento da PLR de 750,00 para 1.500,00; reajuste do valor do café da manhã de 100,00 para 250,00, a partir de outubro/23, ajuda de custo de 500,00 e aumento do vale alimentação para 1.000,00 (somente em outubro). As empresas também passarão o pagamento do abono de horas para 350 horas, em vez de 300 horas. Os trabalhadores temporários vão receber 500 reais de ajuda de custo/mês.

“O Sindipetro/MG parabeniza a união e força dos contratados para buscar seus direitos, juntamente com o seu Sindicato, e arrancar melhorias em uma greve histórica em meio à Parada.”, pondera Guilherme Alves, coordenador geral do Sindipetro/MG.