Parente aumenta preço da gasolina em meio a greve nacional dos petroleiros Parente aumenta preço da gasolina em meio a greve nacional dos petroleiros

Diversos, Notícias, Tribuna Livre, Novidades, Política | 30 de maio de 2018

Em meio à greve dos petroleiros, iniciada na noite da última terça-feira (29) e que tem como uma das principais pautas a redução do preço da gasolina, diesel e gás de cozinha, o presidente da Petrobrás, Pedro Parente, aumentou em R$ 0,74 o preço da gasolina nas refinarias do País.

A medida vai onerar ainda mais a população brasileira, que é a mais prejudicada pela política de preços adotada pela gestão de Parente. Somente no mês de maio, o preço dos combustíveis já aumentou 9,42%. Nos últimos três meses, foram quase 35% acrescidos ao preço dos derivados de petróleo nas refinarias da Petrobrás.

O Sindipetro/MG é totalmente contra a política de preços adotada por Parente, que vincula os preços dos combustíveis ao mercado internacional e permite reajustes diários nos valores. Nossa greve é contra essa política, pela retomada da produção nas refinarias e pela saída de Pedro Parente da presidência da estatal.

Leia mais:
Petroleiros fazem grande ato no primeiro dia de greve em Minas

Parente aumenta preço da gasolina em meio a greve nacional dos petroleiros